terça-feira, 30 de abril de 2013

BACALHAU DA CASA



Pra duas pessoas



04 postas de bacalhau – chamados de medalhão de bacalhau.
Pimentão vermelho picado – 1
Azeitonas – 6
Cebola média – 1
Alho amassado – 4
Limão – 1 

Coloque as postas para refogar com 1 colher de azeite, o alho e a cebola. Coloque o suco de limão, tampe a panela e deixe criar água.  Coloque 2 batatas grandes descascadas cortadas ao meio dentro da panela, verifique o sal e cubra com água quente. Espere 5 minutos e depois acrescente as azeitonas e desligue apenas quando as batatas estiverem cozidas.

Coloque os pimentões, tampe a panela e arrume a mesa.
O preferido da casa – coloque no prato e regue com o molhinho que fica no final.
 Pronto...
simples e rápido, com um leve toque de saudade...

cozinha dos vurdóns


terça-feira, 23 de abril de 2013

UMA REFEIÇÃO DO MUNDO

Uma típica refeição Portuguesa

ora pois, então estamos nessa...


Azeitonas verdes,
salada de grão de bico, com salsa fresca e refogadas no azeite e na cebola,
salada de feijão fradinho e lascas de sardinha.
E é claro, um bom vinho verde.

Pra que mais gente...


Essa é dessas comida que unem pessoas,
nem cigano, nem português, nem brasileiro,
apenas bom gosto por boas comidas,
tanto aqui, quanto em portugal.
Mas confesso, que com esse pão do lado,
nenhum cigano recusa. 

Cozinha dos Vurdóns

terça-feira, 16 de abril de 2013

ISCAS DE PORCO E POESIA



Rcctoronto 2011c
É talvez um excesso de tristezas...

***

Quando acampam de noite, é no relento,
Que vão sonhar seu Sonho aventureiro;
Seu teto é o vácuo azul do Firmamento,
Lar? o lar do cigano é o mundo inteiro.



Às vezes, em vigílias ambulantes,
A noite em fora, entre canções dalmatas,
Vão seguindo ao luar, vão delirantes,
Alados no langor das serenatas.



Gemem guzlas e vibram castanholas,
E este rumor de errantes cavatinas
Lembra coisas das terras espanholas,
Nas saudades das terras levantinas.



E, então, seus vultos tredos envolvidos
Em vestes rotas, sórdidas, imundas.
Vão passando por ermos esquecidos,
Como um grupo de sombras vagabundas.

Lá vem os saltimbancos, às dezenas,
Levantando a poeira das estradas,
Vêm gemendo bizarras cantilenas,
No tumulto das danças agitadas.



Povo sem Fé, sem Deus e sem Bandeira!
Todos o temem como horrível gente,
Mas ele na existência aventureira,
Ri-se do medo alheio, indiferente.



E, livres como o Vento e a Luz volante,
Sob a aparência de Infelicidade,
Realizam, na sua vida errante,
O poema da eterna Liberdade.

Poema integrante da série Poemas Inéditos. In: LEONI, Raul de. Trechos escolhidos. Org. Luiz Santa Cruz. Rio de Janeiro: Agir, 1961. (Nossos clássicos, 58).


 Iscas de Porco na Frigideira.

Corte pequenas tiras de lombo - pernil/mais ou menos 3 xícaras de chá.

Coloque numa vasilha e acrescente:

o suco de 1 limão,
flor de sal - 2 pitadas
1 colher de azeite
1 colher de pemperos.

coloque na frigideira e vá mexendo, coloque pingos de água e vá fritando.

comer com pão é um show.

Cozinha dos Vurdóns  












 

quinta-feira, 11 de abril de 2013

O NOSSO 8 DE ABRIL



O NOSSO 8 DE ABRIL
2013


Aqui estamos mais uma vez, só que agora sem nossos velhos espíritos que no ano de 2012 nos brindaram com suas presenças e seu carinho.

Esse ano, seguimos lutando, sonhando e compreendendo as portas que se abrem e as que se fecham. Adelante, como diria Juan de Dios Ramirez Herédia se aqui estivesse novamente, ou a animação de Ana Dalila ou ainda a coragem de Bruno Gonçalves.

 Alexandro Castilho, Sr Wanderley (ANEC), Profª Silvany Euclênio, Lú e Márcia da AMSK e Cláudio Iovanovitch

As conquistas e as  vitórias por si só, falam mais alto que as vaidades e as discórdias:
Para além das autoridades presentes e com carinho a Secretária de Estado Profª. Silvany Euclênio da SECONT / SEPPIR e a Profª Maria Auxiliadora do MEC/Coord. da Educação Étnico Racial, que desde o nosso primeiro momento de luta pela pauta cigana no Brasil nos deram seu apoio incondicional. Temos tanto a agradecer e a tantos que gostaríamos que soubessem da nossa sempre gratidão. Ana Villalba do Minc, Álvaro da saúde, o pessoal do MMA, o pessoal da PFDC e o Dr. Luciano...e tantos outros.




Mas nossos olhos se voltam sempre nessa construção maravilhosa de ver o senhor Wanderley Rocha (ANEC), dividindo a pauta com o Sr. Alexandro Castilho (Associação Internacional da Cultura Romani – Brasil) e o Sr. Cláudio Iovanovitchi (APRECI/PR). Rom e Calon, juntos mais uma vez. A cada ano mais e mais pessoas vão se juntando, nesse ano éramos em 14 pessoas e as realidades de Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Norte, São Paulo, Distrito Federal, Paraná, Alagoas, Santa Catarina e de outros estados puderam ser contadas. Bem como estavam conosco os amigos que não puderam estar aqui pessoalmente, mas nos transmitiram por carta seus desejos, no caso da Maura Ney  e do sr. André Marduc.

 
 
Nossas conquistas:

A consolidão das conquistas, depende de todos.
AMSK/Brasil

Cozinha dos Vurdóns

quinta-feira, 4 de abril de 2013

DIA INTERNACIONAL DOS CIGANOS - ROMÁ DAY - DIA INTERNACIONAL DOS ROMANI

A ROMÁ - A nação cigana, com todas as suas diferentes etnias em todo o mundo.
ROMANI - O conjunto  que envolve  a língua, a cultura e as tradições ciganas, respeitando suas diferenças.

Os assim chamados ciganos
CALON, ROM E SINTE


Esse é o terceiro ano que a AMSK/Brasil, oficialmente comemora o  International Romá Day, mais de 45 países vão fazer isso no dia 8/04. A Bandeira, o hino e a importancia da união, foram efetivamente asseguradas no dia 08 de abril de 1971. Lá estavam ciganos de todo o mundo, unidos pela preservação, pelo orgulho de pertencerem, pela vontade de lutar por um mundo melhor.

É exatamente assim que pensamos,
e isto nos basta.

AMSK/Brasil

Os ciganos do mundo, reunidos em 1971 .

At the fire where the first Romani flag and anthem was introduced. From left is Jarko Jovanovič, beh  



Workers at the committee Eva Davidová
 
Os tempos mudaram e os anos se passaram.
Mas precisamos compreender que quando se trata de perseguição, de racismo e de romafobia, pouco mudou, apenas importa o nome: CIGANO, ninguem te pergunta a etnia.


O Internacianalno Djes le Rromenge ande Albanija 

Seja no Brasil ou na Albânia, a luta é a mesma.

Homenageando os povos de cultura Romani em todo o mundo, na sua data internacional, e, em especial, os Calon, Rom e Sinti, no Brasil, a Excelentíssima Ministra de Direitos Humanos, Maria do Rosário Nunes, receberá, no dia 8 de abril, às 17 horas, ao lado de outros representantes do poder público convidados, membros de comunidades e organizações dos Calon, Rom e Sinti, para dar continuidade ao diálogo em prol da efetiva implementação de políticas públicas federais para a promoção e a garantia de respeito aos direitos dos assim chamados “ciganos”, no Brasil. 


Considerando a Audiência Pública promovida pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado Federal, em 12.12.2012, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão e a 6ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal, em atenção a pedido da AMSK, a PFDC pela celebração do Dia Internacional dos Roma, apresentaram à Ministra de Direitos Humanos a proposta dessa reunião de trabalho, ocasião em que poderão ser retomadas as questões debatidas na Audiência Pública e os compromissos que constam no Programa Nacional de Direitos Humanos 3 e na II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial.
 
                                  LUCIANO MARIZ MAIA
              Procurador Federal dos Direitos do Cidadão Adjunto
 
(Endereço: Setor Comercial Sul - B, Quadra 09, Lote C, 
 Edifício Parque Cidade Corporate - 8º Andar.)
 

A AMSK/Brasil 

Nesse dia 08 de abril, lembrar os mais de 3 mil ciganos que  foram mortos na Alemanha nazista/Auschwits 3/08, a primeira grande reunião, depois da grande devoração. 
Alguma coisa precisava ser feita; e foi,  a precisos 42 anos.

 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves