quarta-feira, 27 de novembro de 2013

INSPIRAÇÃO PARA O NATAL

Enroladinho de panqueca, queijo e rúcula - revista Culinária Cláudia.

Abobrinha, queijo e tomate cereja, tudo com cabinhos de alecrim.
Culinária Cláudia.

Uma árvore de maionese, com castanha e ervas verdes.

Cozinha dos Vurdóns



segunda-feira, 25 de novembro de 2013

DENUNCIE - LIGUE 180

 
Pode ser difícil ver esse cartaz,

você pode até achar apelativo,

forte demais,

estranho e sem gosto.




Mas é isso mesmo:

a violência é feia,

estranha,

esquisita e de mal gosto, mas o pior de tudo é que ela MATA:

A NOSSA MÃE,

A NOSSA FILHA,

A NÓS MESMAS.



DENUNCIE: ligue 180
 
Cozinha dos Vurdóns
 
Um projeto AMSK/Brasil
lutando pelo direito da mulheres de etnia rromani.
 

POESIA DA REALIDADE






POEMAS ROMANI


Carinhosamente oferecido por Claudia Ribeiro, Portugal

De Eugénio de Paiva Freixo:


MOTE:

«Cigano de mal andar,

Quem te dá acolhimento?

Procuras Pátria e um lar,

Filho da estrada e do vento...»



GLOSA:

Lá por não ter's praia certa,Lá por seres onda do mar,

Porque te chamam, cigano,

CIGANO DE MAL ANDAR?!



Lá por ser's folha sem ramo,

Perdida ao sabor do vento,

De que tens medo, cigano,

QUEM TE DÁ ACOLHIMENTO?!



Pois se tu bailas e cantas,

(Quanta vez, pra não chorar!)

E, pelas estradas, apenas

PROCURAS PÁTRIA E UM LAR...



-Com que direito é que o mundo

Se ri do teu sofrimento, Cigano, orfão de amor,

FILHO DA ESTRADA E DO VENTO!?

Cozinha dos Vurdóns

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

DESEJO DE MARIA



Para atender a nossa Maria de Cadiz...posse mesmo: NOSSA MARIA, aí vão duas receitinhas que são do gosto da rainha.

Esse é um sorvete de Uva, em especial para quem precisa cuidar do açúcar e precisa evitar excessos:


SORVETE DE UVA DA RAINHA




Coloque numa panela funda 1 xícara de chá – de adoçante granulado (aquele que pode ser levado ao fogo), coloque 1 xícara de água (chá) e deixe ferver por 10 minutos no fogo baixo. Corte ao meio as uvas – 1 cacho médio de uvas rosadas basta. Retire o caroço e coloque na panela. Elas devem ficar macias, quase desmanchando. Desligue, espere esfriar um pouco e coloque 1 caixinha de creme de leite light ou nata light, misture e bata no liquidificador. Coloque por 2 horas no congelador. 

Retire e bata novamente no liquidificador. Cubra com filme plástico e leve ao congelador por 12 horas. Faça de um dia para o outro. Não tem quem não goste. Fica suave e é muito leve. Essa receita dá 8 bolas de sorvete – das médias e é um sucesso com a rainha. Ela ama uva.
Só não uso a uva verde, nunca testei.




Caso prefira a textura do flan, experimente esse de PERÂ:



Pique 4 peras e retire a casca e o caroço, coloque em uma panela, junto com 5 colheres de sopa de adoçante granulado ou frutose. Acrescente 1 xícara de água e deixe cozinhar por 10 minutos no fogo alto. Dissolva 2 pacotes de gelatina incolor em 10 colheres de água quente (em banho Maria). Coloque a pera e o líquido no liquidificador e bata junto com a gelatina dissolvida. Acrescente 1 caixa de creme de leite light e continue batendo. Vai formar um creme. Coloque numa travessa molhada e leve para a geladeira. Depois de 5 horas está no ponto de servir.

boa reunião,
bom lanche querida amiga.

Beijo das cozinheiras do Vurdón.


segunda-feira, 18 de novembro de 2013

UM PÃO DE FUBÁ



A receita do pão de fubá 


1 tablete de fermento biológico
1/ de xícara de chá de açúcar
1 xícara de chá de leite morno
1 e 1/3 de xícara de chá de farinha de trigo
1 ovo médio
1/2 colher de chá de sal
1 xícara de chá de fubá
1/2 colher de chá de erva doce (opcional)
margarina e farinha de trigo para untar


Unte a forma para pão com margarina, enfarinhe e reserve. dissolva o fermento no açúcar e junte metade do leite morno e 1/3 de xícara de chá da farinha de trigo. Deixe crescer por 30 minutos para formar a esponja. Acrescente a essa esponja o leite restante, o ovo, as sementes de erva doce, o sal e o fubá. Misture bem e adicione a farinha de trigo restante aos poucos, até desgrudar das mãos. Deixe crescer, coberto com um filme plástico ou um pano limpo, até dobrar o volume. Amasse novamente e forme um pão. Coloque na forma e deixe crescer por mais 30 minutos. Leve ao fogo, em temperatura média (200 C), por cerca de 40 minutos, retire do forno, desenforme e deixe esfriar em uma grelha, para que não fique úmido no fundo.

Dica: se quiser, pode retirar o açúcar da receita. Neste caso, dissolva o fermento no leite morno.

 O nosso não leva erva doce...fica extremamente crocante por fora e macio por dentro.

Um pãozinho com café... servidos?
Alguns chamam de Malao - um pão de farinha de fubá, mas pode colocar milho também

Cozinha dos Vurdóns

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

A COZINHA DOS VURDÓNS VAI A ESPANHA II

Bom, agora que a comelança já se acalmou, dá pra passar pra sobremesa. Nossas opções foram as leves ... o difícil é comer um pedaço só; mas que em Madri caíram como uma luva. Uma tortinha de queijo com cobertura de framboesa e um sorvete de café com chocolate amargo.

JÁ IA ME ESQUECENDO DO PRATO PRINCIPAL
Pensa se não é a nossa cara:
Pão;
Tomates assados com molho de hortelã;
um belo bife de carne de porco na grelha, com limão e mel.

Tudo isso em plena Gran Via - aqui nº 72 - Madri/restaurante DE MARÍA.

Eita povo bonito que cozinha bem. Ao perguntarmos sobre os ciganos..."eles fazem parte da cultura espanhola, não se pensa em Espanha sem LOS GITANOS".

Cozinha dos Vurdóns

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

ARROZ DE BORRA COM FILÉ DE LOMBO NA COZINHA DOS VURDÓNS



ARROZ DE BORRA COM FILÉ DE LOMBO


Arroz de borra é assim, terminou de fazer a carne, refogue o arroz na borra que ficou na panela...sucesso na certa, com gosto de casa e cheiro de carinho. 


Para o arroz:



*separe duas xícaras de arroz já pronto,

*aspargos frescos cortados,

*tomates cerejas,

*Ervas frescas picadas – umas 3 colheres de sopa,

*1 colher [sopa] de azeite,

*Sal a gosto e pimenta também.



Para a carne:



*6/8 files grossos de lombo de porco ou da picanha do porco,

*2 colheres de sopa de azeite,

*2 cebolas médias em rodelas,

*sumo de 1 limão,

*salsinha e cebolinha,

*pasta de alho (mais alho que sal) – 1 colher [sobremesa] de sal, amassada e misturado com 6 cabeças de alho bem esmagadas.

*misture tudo, tampe e deixe de molho por 3 horas na geladeira.


Aqueça uma frigideira [a minha é de ferro] e coloque a carne misturada e o caldo que se formou dela. Fogo baixo e pingos de água serão necessários para que os bifes cozinhem e depois acabem fritando. As cebolas praticamente desmancham. Isso demora uns 30’. Retire os files e reserve. 

 gotas de mel são opcionais - nós colocamos aqui.


Na mesma frigideira, jogue o azeite, as ervas, os aspargos e um pouquinho de água, tampe a panela e quando a água evaporar, coloque o arroz, o sal e a pimentinha [a melhor é do reino/moída na hora, ou pimenta branca em pó]. Siga mexendo, coloque o arroz e ponha mais um pouquinho de água, apenas para que a borra se solte e junte ao arroz. Acrescente o tomate, mexa e tampe a panela. Desligue o fogo e pode levar a mesa, pois já está pronto pra servir.

Pronto, agora é puxar o banquinho falar da vida ... afinal de contas, tudo por aqui acontece na cozinha.

Cozinha dos Vurdóns




LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves