quinta-feira, 29 de maio de 2014

RISOTO AMIGO - DE CAMARÃO Iª variação



RISOTO DE CAMARÃO



400 grs de camarão rosa – descascado, limpo e posto em limão, sal e alho por 30’,

200 grs de camarão rosa pequeno para molho – limpo e descascado,

2 xícaras (chá) de arroz branco – cru,

4 colheres de sopa de alcaparras,

1 colher sopa de pimentão verde picado e amarelo,

2 xícaras de água quente,

1 colher de nata fresca e uma de manteiga com sal,

1 xícara de café de vinho branco.


Essa receita é da Netinha, uma mulher maravilhosa que resolveu fazer esse prato divino para nós. Foi um carinho especial.


Coloque 4 colheres de sopa de azeite, os pimentões e os camarões, com sal, limão e tudo. Mexa e verá que vai criar uma água, abaixe o fogo e deixe ferver uns dois minutos. Coloque o vinho e a manteiga com sal. Mexa e acrescente o arroz. Esse procedimento garante a maciez do camarão. Quando tudo estiver incorporado, coloque os dois copos de água quente, mexa e deixe cozinhar, tampado e no fogo baixo. Isso leva uns 10 minutinhos. Destampe, coloque a nata fresca e a alcaparra, mexa delicadamente o arroz.


Desligue e deixe descansar por 5 minutos.



Sirva com aquele vinho branco maravilhoso e se sente pra conversar e bater bons papos, daqueles que se tem com grandes e velhos amigos.

Cozinha dos Vurdóns

quarta-feira, 28 de maio de 2014

TRÊS VARIAÇÕES DA CARNE DE PORCO

Três variações práticas e rápidas. Saborosas, elas não tem erro.


Tempere com pedaços inteiros de alho, cubra com papel alumínio e ponha no forno por 1 hora. Retire o papel e deixe dourar. Divino.


Rápido e prático, sem perder o sabor do dia a dia. Pode ser feito no grill.

 Essa vale para toda a família. Reparem que o alho aqui vai assar inteiro, com casca e tudo. No final, tempere ele, esfregando no pernil.
Sirva com pão.

cozinha dos vurdóns

sexta-feira, 23 de maio de 2014

SARA Á KALI - A mulher de pele de amêndoa



Hoje,
Hoje se aproxima o dia em lembramos seu nome,
Sara, a mulher de tantos nomes,
De tantas graças,
A mulher, Sara real.
Ela que correu mundo e plantou esperança,
Fez revolução com palavras,
Fez vida com as mãos.
Ela, que sofreu na pele,
A perseguição, a dor e a humilhação,
Hoje é exemplo de uma luta de resistência,
Calada e sofrida.
Muitos usam seu nome por ódio,
Por intriga e por maledicências.
Sara, tem nome de santa, tem nome de mulher, tem nome de rainha,
Tem nome de Maria e de Sebastianas.
De mulher e de criança.
Sara tem nome e esperança de gente,
Que acorda todos os dias,
Na esperança que a fome, a miséria,
A pobreza e a discriminação, não sejam a herança do povo romani.
Thê aves bartalê
Oprê romalê.
Opchá Sara Kalí.

************************

No dia 24 de maio, o Brasil comemora o dia Nacional do Cigano 
No dia 24 de maio, o mundo celebra o dia de Sara Kali.

Cozinha dos Vurdóns

quinta-feira, 22 de maio de 2014

CARNE DE PANELA

Carne de panela, simples assim.

1 cebola picada, 3 dentes de alho amassado, 1 colher de sopa de tempero completo e 1 1/2 de carne de porco, barriga de porco, picada e limpa. Limão e as mãos de fada da Maria Paula pra preparar.

3 colheres de sopa de óleo, no fundo da panela...
essas mulheres fantásticas, que lutam todos os dias, por uma vida digna, são os olhos e os corações que nos movem. O brilho das panelas e o sorriso no rosto.
Defendemos a teoria de que o limão espremido fez toda a diferença.
Tinha arroz, macarrão, salada e todo mundo comendo junto.

O resto é conversa e inveja.

Cozinha dos Vurdóns

segunda-feira, 19 de maio de 2014

COZIDO DE FEIJÃO GORDO COM CARNE.



COZINHA TRADICIONAL DA RROMÁ



O que podemos fazer ... aproveitar o tempinho frio e matar a saudade de pratos tradicionais da rromá. Entretanto, na mesa das famílias tradicionais, a comida sempre traz força e um gostinho de casa. Afinal de contas, a mesa e a língua fazem parte da pátria de cada romani, onde quer que ele esteja.



“Jaxnija”



Feito de feijões ou lentilhas, o que conta é que o caldo é engrossado a base dessa cremosidade e de cubos de carne. Por cá usamos lombo em cubos e uma cebola relada. Pimentões pequenos são aceitos, assim como uma pimenta de cheiro.


Acrescentar azeite e vinagre para cozinhar as lentilhas e/ou os feijões, garante um caldo encorpado.

O sabor é sem igual.  Bom, por fim, particularmente acredito que a panela de ferro faz diferença, então, escolha a sua e aproveite esse início de friozinho.

Cozinha dos Vurdóns

sexta-feira, 16 de maio de 2014

ENTUSIASMO

 Uma foto que nos foi dada por um amigo - apresentação do Sara Kalí Group.

Entusiasmo


Por uns caminhos extravagantes,
irei ao encontro desses amores
-por que suspiro – distantes.

Rejeito os vossos, que são de flores.
Eu quero as vagas, quero os espinhos
e as tempestades, senhores.

Sou de ciganos e de adivinhos.
Não me conformo com os circunstantes
e a cor dos vossos caminhos.

Ide com os zoilos e os sicofantes.
Mas respeitai vossos adversários
que não querem ser triunfantes.
Vou com sonâmbulos e corsários,
poetas, astrólogos e a torrente
dos mendigos perdulários.

E cantamos fantasticamente,
pelos caminhos extravagantes,
para Deus, nosso parente.
 Cecília Meireles
Cozinha dos Vurdóns

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Principais nutrientes da farinha de banana verde

Principais nutrientes da farinha de banana verde

Banana maçã - Composição nutricional (100 g) 
                  
NutrientesBanana Maçã MaduraBanana Maçã Verde
Calorias (Kcal)121100
Proteínas (g)1,221,32
Gorduras totais (g)0,48--
Carboidratos (g)30,1927,3
Fibras (g)2,163,63  
Fonte: Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo (USP) 





A banana verde pode ter de 55 a 93% de seu amido na forma resistente, uma forma de carboidrato muito mais saudável para o organismo e responsável pela maior parte de seus benefícios à saúde, por ser digerido apenas no intestino delgado e não se converter em glicose que será liberada na corrente sanguínea. Além disso, ela apresenta menos sacarose, um tipo de açúcar natural da fruta. 

Além disso, a banana verde tem menos calorias e carboidratos, como é possível verificar na tabela acima, o que ajuda a reverter o ganho de peso. E possui zero gorduras, o que permite a inclusão de outros alimentos com gorduras boas na refeição. Para completar, ela possui mais fibras do que a banana madura também, o que melhora também o trânsito intestinal.

A farinha mantém os principais nutrientes da banana verde, mas não se sabe ao certo o quanto ela conserva do aminoácido triptofano, por exemplo, precursor da serotonina, neurotransmissor relacionado à sensação de bem-estar. 
 
A farinha de banana verde já pode ser encontrada em algumas lojas de produtos naturais, mas como ainda é muito difícil achá-la pronta e muito fácil fazê-la, aí vai a receita:

Escaldar a banana verde, com casca, em água fervente por 2 minutos. A casa muda de cor, é assim mesmo. Descasque as bananas, corte em fatias e coloque em uma forma, com as lâminas lado a lado. Leve ao forno para assar em temperatura baixa. Vire a cada 15 minutos para secar de maneira uniforme dos dois lados. Ela estará pronta quando estiver quebrando (não pode dobrar). Se vc tiver fatias de tamanhos diferentes, algumas estarão prontas antes das outras. Bata em um liquidificador ou multiprocessador até formar a farinha. Peneire em uma peneira fina.



Ela dura uma semana, estando em um recipiente que vede bem, e pode ser usada em sopas, bolos e cremes (doces ou salgados), substituindo parcialmente a farinha original. Sempre que fizer esta substituição, lembre-se que esta farinha "puxa" a umidade da receita, então, acrescente mais líquido quando usá-la.

 Cozinha dos Vurdóns

segunda-feira, 12 de maio de 2014

CUPCAKE DIET



Cupcake com farinha de banana verde e doce de leite diet

Ingredientes:

200 g de manteiga sem sal
20 g de adoçante culinário (usamos o Tal & Qual Forno e Fogão)
1 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de chá de canela em pó
4 ovos
140 g de farinha de trigo
30 g de farinha de aveia
30 g de farinha de banana verde
1/2 xícara de chá de leite
10 g de fermento químico
1 g de sal fino
2 potes de doce de leite diet para decorar

Preparo:


Peneire a farinha de trigo junto com o fermento e reserve em uma tigela. Misture a farinha de aveia e a farinha de banana verde com o leite para que forme uma papa e reserve. Bata a manteiga, o adoçante culinário, o sal, a essência de baunilha e a canela em pó até que a mistura fique homogênea, clara e bem fofa. 




Continue batendo e vá acrescentando a mistura da farinha de aveia, farinha de banana verde e leite. Deixe misturar bem. Continue batendo. Vá intercalando os ovos e a farinha de trigo até misturá-los completamente à massa.


Coloque a massa em forminhas de papel para cupcake, enchendo até dois terços de cada forminha. Asse em forno pré-aquecido à 180C, até o cupcake ficar com uma cor dourada e, ao espetar um palito ele saia limpo.


Para decorar, coloque o doce de leite diet em um saco de confeitar com o bico de sua preferência e decore os cupcakes (eles também podem ser recheados com o doce de leite).


 E é isso, leve e saboroso, como deve ser. Afinal contas as receitas evoluem.

AMSK/Brasil

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves