quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Les Roms - chanson originale



"A  fome, a miséria, a discriminação e o preconceito, não podem ser a herança de um povo."
Lutamos por um mundo que respeite as diferenças. 

AMSK/Brasil
 http://baxtalo.wordpress.com/2012/08/16/la-politica-de-expulsion-de-los-rroms-es-una-verguenza-para-un-gobierno-de-izquierdas/
He aquí una canción escrita en el año 2010 (autores Jean Riboulet y Bruno Dromigny) recogida en el CD “Le pas sur la plage”, que salió en enero del 2011.

Les Roms (Los Gitanos)
Habían caminado mucho tiempo
desafiando el frio y el viento
Los Rroma, Los Rroma han llegado
Llenos de esperanza
Un hatillo a reventar
y los niños empujando

Los Rroma, los Rroma han llegado
Llenos de esperanza
Una guitarra usada atada a la espalda

con la fe en el alma han atravesado la noche
han acampado al azar
allí donde padecieron
Los Rroma, los Rroma esperaban
otra vida
en los bosques, frágiles murallas
que les acerca a alguna parte
Los Rroma, los Rroma esperaban
las ganas

Su cante herido de lanza reclama al cielo
un poco de alegría, de felicidad y de miel
Vieron al hombre una mañana
y los polis en el camino
Los Rroma, los Rroma se sabían

Sin patria
Son cazados, mendigan
su desgracia loca los engrandece
Los Rroma, los Rroma se sabían

sin amigos
Sus ojos cansados pedían perdón
por su calamidad, el espíritu a jirones
Se han marchado hacia el avión
lanzados a un triste horizonte
Los Rroma, los Rroma rechazaban
la otra vida
la vuelta a la miseria
la nada, el hambre, el desierto
Los Rroma, los Rroma rechazaban
los cuchitriles
Y la guitarra usada bajo sus dedos agriados
el corazón a pedazos, cantan y rezan
han caminado largo tiempo
afrontando el frio y el viento
Los Rroma, los Rroma han llegado
llenos de esperanza

Pero la canción que tocan con sus dedos magullados
nos enseña que no podemos cazar la vida
un hatillo a reventar
y los niños empujando
Los Rroma, los Rroma han llegado
llenos de esperanza.


Essa luta não pertence a apenas um país isolado, um trecho qualquer do mundo ou apenas aos roms da Europa. Pertence a todo aquele que acredita num mundo possível, num mundo melhor. Que crê nas crianças, que acredita e tem fé, que pensa em dividir conhecimentos e construir um lugar melhor para todos. 
Essa é uma luta de todas as crenças e etnias, não existem lados, existe apenas a ignorancia e o racismo, contra a sobrevivencia, o novo e o desconhecido.

Dia 1º de setembro, na Porta do Sol em Madri - Espanha, todos os roms do mundo serão um, lutando contra a Rromafobia.

Cozinha dos Vurdóns

10 comentários:

  1. Uma luta interminável. E a luta é sinónimo que não esquecemos.
    Eu não esqueço!
    7 beijos brilhantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei amiga e como lhe agradeço por isso.
      Pelo olhar que tem hoje, como os vê ... nem imagina o quanto isso vale pra nós.

      bjs sempre

      Excluir
  2. Continuo a acreditar...

    Beijinhos para todas

    ResponderExcluir
  3. Eis uma certeza que tenho e que temos.

    bjs de todas nós.

    ResponderExcluir
  4. Oi gente!

    A música, é linda
    O ideal, possível
    A luta, imprescindível
    A paz e a unidade, caminho tangível!

    Compartilhei no Google+ e divulgarei!

    Muito obrigada pelo imenso carinho no comentário em meu blog!
    Há uma recíproca muito verdadeira! Obrigada por terem cruzado o meu caminho!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Percorrer estradas faz isso, desbrava lugares e acha pessoas.

      Essa realidade é realmente de todos nós.

      bjs sempre.

      Excluir
  5. Que canção tão triste, arrepia a alma. Lembra-me uma portuguesa de que ainda me lembro, ficou-me gravada:

    Não há maior desengano
    nem vida que dê mais pena
    do que a vida dum cigano:
    atravessar a fronteira
    para ser atravessado
    por uma bala certeira.
    E tudo porque o destino,
    só fez dele um peregrino,
    companheiro do luar.
    Um pobre judeu errante
    que não tem pátria nem lar!

    Pouco a pouco e com o esforça de muitos, as coisas vão mudando, mas ainda há muito caminho por percorrer.
    SORTE, amigas.
    Beijos amigos

    ResponderExcluir
  6. Pouco a pouco Maria, a sorte nos acompanha. Nos últimos messes os ventos estão sobrando soluções e alternativas que antes nem se avensavam.

    torça por todos nós amiga,

    bjs nossos

    ResponderExcluir

Sejam todos bem vindos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves