segunda-feira, 20 de agosto de 2012

MAIS UMA CONVERSA NA COZINHA


GUACAMOLE

delicious cook
3 abacates médios e maduros, retire a polpa com uma colher de chá (fica no tamanho ideal), pode ser cortada em cubinhos também.


1 tomate picadinho,
1\2 cebola picada – média,
1 dente de alho, picado e amassado com 1\2 colher (chá) de sal,
2 colheres (chá) de suco de limão,
2 colheres (chá) de hortelã picada e 1 de coentro picado,
1 pimenta dedo de moça – pequena ou 1 pimenta de cheiro (sem as sementes), picadas.


Coloque tudo em uma tigela bem bonita e misture com cuidado. Tudo deve ficar uniforme, com tempero o suficiente – verifique o sal.
Coma com pão, com uma bela carne assada ou somente ela, a famosa e saborosa Guacamole.

No blog sabores do chefe, com torradinhas

Em Gastronomias e negócios com camarão

Pelos olhos de uma rromí

Essa receita veio do Chile, viajou e chegou por aqui através da Brenda, uma querida amiga. Nas conversas que sempre acontecem com a mesa posta, o curso implementado pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, para Defensores Públicos. Nesse curso, os Quilombolas, as Comunidades Tradicionais e os Ciganos terão sua visibilidade, suas maiores dificuldades serão discutidas e vistas. Olhar para o outro é fundamental e esse olhar deve também partir do poder público, não só dele, mas através dele, no que diz respeito às minorias. Seus direitos devem ser conhecidos e discutidos com uma ótica igualitária, afinal, todos fazem parte dessa imensa nação chamada Brasil. Isso é fortalecer o atendimento as Comunidades Tradicionais, munindo os Defensores Públicos de conhecimento, para que se possa construir um mundo melhor.


leia mais aqui:


É claro que todo esse esforço e esse grande passo, começa com pessoas. Pessoas que acima de seus postos, usam de boa vontade e censo lógico. Traduzindo: sublinhar as leis e fazê-las serem reconhecidas e usadas para seus fins reais. Em suma – valorizar as diferenças, reconhecer suas existências e ajudar a criar uma ponte de reconhecimento entre as partes.

Cozinha dos Vurdóns

13 comentários:

  1. Queridas Amigas,
    O reconhecimento da lei, mas acima de tudo da justiça, da luta pela igualdade de direitos é uma luta digna.
    Felicito-as por mais esta notícia e porque todos os dias se batem pelo que há de mais maravilhoso - a humanidade -
    Beijinhos, nove especiais. :))))))))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estamos muito felizes mesmo Ana, porque ajudamos a construir um pedacinho desse sonho que hoje se torna realidade.

      um beijo enorme.

      Excluir
  2. Tentei abrir o link para ler a notícia, mas não abre. Hei-de tentar outra vez mais tarde.

    A receita parece saborosa.Já tinha ouvido falar em Guacamole, mas não sabia o que era.

    Beijinhos para todas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigi o defeito Isabel, mas aí vai: http://www.seppir.gov.br/noticias/ultimas_noticias/2012/08/defensores-publicos-serao-capacitados-para-fortalecer-atendimento-a-comunidades-tradicionais

      bjs grandes e pode comer sem susto, o sabor é divino.

      Excluir
    2. Agora já abriu lá em cima. Obrigada.

      Excluir
  3. coincidentemente, fiz guacamole ontem também
    só preciso postar... aliás... preciso voltar a postar...

    beijos

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Daniel, vamos provar a sua receita. Ví muitas receitas dela em pasta, achei legal, mas gostamos muito desse estilo salada.

      bjs

      Excluir
  4. Parabéns por "ajudar a criar uma ponte de reconhecimento entre as partes" É isso mesmo o que é preciso sempre, e sem união, saber muito bem o que se quer e lutar a morte até consegui-lo, não se chega a lado nenhum.
    Adoro abacates, e vou fazer assim mesmo. Alguma vez provaram cortados em fatias com salmão fumado por cima?
    Beijotes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa foi uma construção bonita Maria, a Ministra (Luiza Bairros) é uma mulher e tanto, a secretária da área (Silvany Euclênio) é fantástica e acolheu sempre as nossas lutas e por fim o ouvidor (Carlos) é maravilhoso. Gente preocupada em fazer, disposta a dividir. Passamos muitas coisas que tínhamos e que poderiam ajudar e na área dos ciganos, puderam ser aproveitadas para esse período de agora. Graças querida amiga, pela torcida.

      Com salmão nunca provamos, mas vamos fazer esse teste divino.

      bjs grandes.

      Excluir
  5. Guacamole, nunca comi!!
    Já voltei de férias e por mais uma semana e depois o descanso da guerreira por duas semanas. Estou a precisar e muito, colocar ideias no papel, explorar novos mundos, novos ventos, estou a ficar sem ar...
    7 beijos brilhantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom pra fortalecer e reestabelecer as forças. Vamos lá. Animo.

      bjs nossos

      Excluir
  6. Oieee

    Ah! Esta eu amo, aqui em casa tem sempre. Gosto bem apimentado para comer com nachos!

    A participação e o envolvimento do poder público é fundamental, só através dele se legitima uma luta travada a séculos.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom demais né? Gostamos muito também.

      A participação do poder público muda as coisas sim, dá o reconhecimento da verdadeira luta, respeita as possibilidades e legitima toda uma história.

      Felizes

      bjs nossos

      Excluir

Sejam todos bem vindos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves