sábado, 9 de fevereiro de 2013

A LUZ DO CONHECIMENTO, PELA MÃO DE UMA AMIGA

Chegaram ontem, já no final da tarde...um pequeno pacote, vindo de Portugal, do Porto, de uma livraria que vende livros e expande luz ... Livraria Lumiere.


E logo que chegaram já foram iluminado a sala e abrindo sorrisos. Pelas escadas que ligam a nossa sede, ouve-se sorrisos... Chegaram ...
OS CIGANOS - parece mais um conto de fadas, um desfio que o neto da escritora nos impôs e o qual aceitamos de pronto...e começa a leitura.
A Mãe Cigana - o conto " Como nasceu o violino" e tanta coisa linda que ninguém ficou sem ler e sem levar pra casa mais essa carinho.
Sabe Cláudia, as vezes deixamos de fazer isso...deixamos de iluminar outras vidas, pois é isso que a leitura faz, abre uma janela, arranca o teto das nossas ignorâncias e permite que a luz entre, quebrando essa imensa escuridão.
Dia 02 de fevereiro tivemos dois contos, lidos por Pedro Brandão e por certo teremos roda de leitura, trazendo o sonho e a ternura de Sophia de Mello Breyner para mais perto. 
As margaridas são para tí e um pedacinho da sede, que hoje, cumpre mais ainda com seu símbolo, a cruz de camargue: homens do mar e os homens da terra, ligados pelo  amor, caridade e fraternidade.  os guardiões de Sara.


Nais tukê Cláudia, em meio a tantas coisas, seu carinho iluminou nosso trabalho.

Cozinha dos Vurdóns

17 comentários:

  1. Queridas amigas, sem qualquer género de vaidade, snobismo ou exibicionismo, mas é esta a minha maneira de estar na vida. De outra maneira não saberia viver.
    Entristece-me quando olho em volta e vejo tanto oportunismo, tanta ganância, tanta sede de poder, tanta falta de carácter... e pergunto:
    - Para quê?!
    Certamente estas pessoas ainda não sabem que a felicidade está nas pequenas coisas...

    Fico feliz que tenham gostado. É mais um modesto contributo para a vossa luta, que também é minha e deveria ser de todos.

    Nais tukê por existirem e estarem na minha vida.

    Um beijinho grande.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é por vivermos desse jeito, meio manso e meio bravo, que sabes estender a mão. É preciso aprender a amar e isso só acontece quando exercitamos.

      bjs muitos e sempre.
      Voce permanece conosco, em cada margarida, em cada poema, a cada dia.

      bjs nossos

      Excluir
    2. Querida Cláudia! Não é assim tão simples ser como é! Uma alma boa, generosa, desinteressada! Um beijo para si!

      Excluir
    3. Queridas amigas! Fico feliz por mais esta prova de amizade e de compreensão entre as pessoas. Não me espanta vinda de quem vem. A Cláudia é uma pessoa especial. Dá sem "contabilizar" e sem pensar que dá o que dá... e é muito! É natural nela.

      E continuemos todos nesse caminho: "vivermos desse jeito, meio manso e meio bravo", com ternura e coragem!
      Estamos na mesma luta!
      beijos

      Excluir
    4. Assim Dhiel nos deu muitos presentes,vcs são isso, presentes vivos, alegria estampada, ternura presente. Ganhamos fôlego.

      bjs nossos

      Excluir
  2. Também há estrelas que vivem na terra!E como brilham! Ainda acredito na propagação da cultura através de livros,coisa que muitos já consideram ultrapassada depois do surgimento da Internet.
    Lindo post! Parabéns queridas! Zuralo Angalav tumen!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acertou em cheio, essa estrela nos deu uma confiança que nos enche de orgulho.

      bjs nossos

      Excluir
  3. A Cláudia é um encanto!
    Este post é feito de amizade.
    Beijinhos para todas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acertou Isabel, nossa amizade atravessou o oceano e construiu pontes.

      bjs muitos

      Excluir
  4. Oi Gente

    Feliz por vocês estarem felizes, por terem ganhado presente. Livros e amizade, não há melhor presente!

    Estou afastada da internet por uns tempos, mas daqui não consigo me afastar, acho que desejo ser testemunha das conquistas de vocês, desta luta bonita que nos enriquece a todos.

    Cada vez que passo por aqui, vocês me alegram, vocês me ensinam.

    Deus lhes dê sempre saúde e força, esperança e fé, o resto é consequência.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então venha sempre meu anjo do sorriso largo, sente no seu banquinho e tome um chá, um café. A vida é assim, feita de passos e de dias, estamos nessa estrada e é muito bom saber que outras pessoas se juntam a ela, dá força e esperança.

      bjs muitos

      Excluir
  5. Prendas são carinhos, esse "exercitar o amor" de que gostei tanto. Parabéns por terem boas amigas e à Cláudia por ser uma delas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um belo carinho esse de exercitar o amor ... adorei a frase, pois é a pura verdade.

      bjs nossos

      Excluir
  6. Um post muito bonito e já se disse tudo.
    A Cláudia escolheu um nome belíssimo para a sua livraria e embebido nesse nome faz dele uma tocha encantadora.
    Parabéns por este presente. O livro é lindíssimo.
    Beijinhos para todas. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No fundo, vocês são esse presente, envoltos em objetos, fotografias, coisinhas... e a vida pede passagem, assim, coberta de energia positiva.

      bjs muitos.

      Excluir
  7. Sastipê! A foto eu peguei do Google,não sabia a procedência...Desculpe! Vou retirá-la! Mas,me falem: o que vcs acharam da minha portagem? Não esqueça,blogueiro que se preze adora saber opiniões dos amigos e visitantes! Agradeço pela informação importante! Se eu soubesse que pertencia ao seu acervo teria solicitado a sua permissão... Vcs sabem que eu sempre cito a fonte de onde retiro as imagens ou informações! Gestena! Ando Sara!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sar San, querida? acreditamos que deva manter a foto, ela deveria estar no google sob nossa postagem, apenas acrescente o nome do Profº Flávio José. Dar os crédidos é muito legal, como nos quadros antigos, lembra quando falamos disso!Não nos precisa pedir nada, sabe disso, confiamos nos amigos.

      Bjs nossos

      Excluir

Sejam todos bem vindos.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves