segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O REGALO DE SÃO JOSÉ





ESSA É A TRADIÇÃO, DIA 19 DE MARÇO...SE CHOVER VAI TER FARTURA E QUEM ABRE A TEMPORADA SÃO AS GOIABAS.







CALDA REAL DE GOIABA:

Coloque 7 colheres de sopa de goiabada de colher ou pique a goiabada que dê 1 xícara de chá cheia, em cubinhos, numa panela em banho Maria.
Leve ao fogo com 1 cravo, 1 xícara de café de vinho tinto de mesa, 1 xícara de café de suco de uva puro e 3 colheres de sopa de água. Vá mexendo devagar até derreter e engrossar.
Sirva em cima de sorvete com folhas de hortelã.


CREME REAL DE GOIABA

Bata no liquidificador, um pacote de 500 grs de goiabada cascão, com 1 lata de leite condensado e 1 lata de creme de leite. Leve ao fogo e misture com 1 colher de sopa de manteiga com sal. Quando desprender da panela, retire do fogo e reserve. Acrescente a reserva já fria, 1 cálice de vinho do porto e bata bem, acrescente uns pedaços de goiabada ou goiaba em pedaços e leve pra gelar. Antes de servir, misture novamente até o creme se soltar e sirva em potes pequenos ou sobre pedaços de bolo de baunilha. 

E VIVA SÃO JOSÉ...
Cozinha dos Vurdóns

RECEITAS COM ABACAXI





DOCE DE ABACAXI frutas são remédios e agrados, sempre.

DOCINHOS DE ABACAXI – o bom desse doce é aproveitar a época do abacaxi bem docinho. Ele pode ser servido enrolado do tipo bombom ou pode se tornar uma torta de colher. De qualquer maneira, bendito seja quem inventou o leite condensado.

O nome original desse doce é COMPOTA DE ABACAXI – feito originalmente nos tachos de cobre. Antigamente se substituía o leite condensado por leite de vaca, açúcar e maisena, batidos incansavelmente com gemas de ovos, mais já que temos o leite condensado pronto, vamos a ele.

Coloque 1 lata de leite condensado, misturada com 1 colher de sopa de açúcar e duas gemas, misture bem sem levar ao fogo, até que gema desapareça. Coloque 5 fatias de abacaxi no liquidificador e faça 1 suco grosso, entretanto bem batido, o abacaxi deve estar docinho. Leve a mistura inicial ao fogo e vá mexendo, quando começar a engrossar, coloque o caldo coado e mexa mais, vai engrossar de novo. Por último ponha o bagaço do abacaxi e misture até dar o ponto. Enrole ou ponha em uma travessa.

Quando for para as compotas de abacaxi faça assim:

Corte 1 abacaxi em cubos e leve ao fogo com 2 cravos e 1 xícara de chá de açúcar. Mexa até começar a engrossar, então coloque 1 copo de suco de abacaxi, grosso e puro, sem água, misture mais um pouco até engrossar. Numa vasilha coloque 4 gemas, 1 colher de sopa de manteiga com sal, 1 lata de leite condensado e acrescente 1 lata de creme de leite, misture tudo e coloque junto com o abacaxi, ponha o fogo em temperatura moderada e mexa até engrossar e desgrudar dos cantos da panela. Espere esfriar e coloque numa compoteira. Sirva de colher.

Abacaxi na chapa:
Tempere as rodelas de abacaxi em açúcar e canela e coloque nas chapas de churrasco. É divino. Ou com mel.

Cozinha dos Vurdóns

domingo, 28 de novembro de 2010

"SOPA DE VELUDO"

Borscht Recipé

Há muitas variações desta sopa cor de vinho, simplesmente linda. A base dessa receita é ucraniana e é muito apreciada pelos ciganos que lá vivem. Ela é muito apreciada no natal.

 



Coloque 1,20 de caldo de legumes ou de frango já temperado junto com 3 colheres de sopa de vinagre tinto. Ferva. Adicione 200 grs de beterraba descascadas, cruas e raladas e 500 grs de batatas cruas, cortadas em cubos. Cozinhe por 20’ . Coloque 500 grs de repolho roxo ralado e dois tomates grandes e inteiros . 

Espere 10’ e retire os tomates. Bata-os no liquidificador e volte para a sopa, coloque uma folha de loro e ponha 2 cebolas raladas. Ferva por aproximadamente 20’.

Ponha no prato e pingue 1 colher de sopa de nata azeda por cima e espalhe a cebolinha.

CALDO DE FRANGO: coloque os ossos do frango - carcassa, pés, pescoço, para cozinhar com 1 1/2 de água, 2 dentes de alho e 1 colher de sopa de sal. Acrescente 1 pimenta de cheiro e duas colheres de sopa de azeite. Ervas frescas ou secas podem ser adicionadas.
cozinha dos vurdóns 


COLO DOCE DE FRIGIDEIRA


BOLO DOCE(colo doce)


A muito se sabe que os ciganos fazem pães e bolos de forma divina. Muitos deles trabalham nos campos na época da colheita e a recém farinha moída, por vezes fazem parte de seu pagamento. 




Você vai precisar de:

200g de farinha com fermento
1 colher de chá de especiarias mistas (nozes, uvas passas e castanhas)
50g de manteiga, em cubos e 2 colheres de sopa de óleo.
3 colheres de sopa de açúcar mascavo
4 colheres de sopa de groselhas
1 limão, raspas
1 ovo médio
100 ml de leite
Açúcar ou manteiga, para servir 

Como fazer:

Peneire a farinha numa tigela e junte o tempero. Acrescente uma pitada de sal, adicione a manteiga e a banha, e esfregue-a levemente com as pontas dos dedos até que a mistura fique esfarelada. Adicione o açúcar, as raspas de limão. Bata o ovo e o leite e misture aos poucos nos ingredientes secos até obter uma massa macia. 

Em uma superfície levemente polvilhada com farinha, enrole a massa a uma espessura de aproximadamente 5mm. Corte a massa em 5 centímetros rodadas usando um cortador de biscoitos, ou faça discos do fundo de um copo. Aqueça uma chapa ou frigideira grande em fogo médio e polvilhe com farinha. Coloque no fogo por cerca de 5 minutos de cada lado até ficar inchado e dourado. Polvilhe com açúcar ou com manteiga, e servir quente.

Cozinha dos Vurdóns

BOLOS DE "CAMARONÊS"

Pastora Império. Gitana José Villegas Cordeiro óleo 1904
  BOLOS DE CAMARÃO

Este prato é baseado em uma receita espanhola, são as famosas “tortillitas de camaronês”. Mito: Ganhou fama por serem feitas por bailaoras ciganas. 

50g de farinha de trigo
2 ovos médios
1 maço de cebola, salada picada
2 colheres de sopa de salsinha bem picadinha
225g de camarões pequenos, descascados
1 colher de chá de páprica
2 colheres de sopa de azeite
fatias de limão 
pimentão em cubos
Preparo:

Bata levemente na farinha e ovos. Adicionar 5 colheres de sopa de água. Mexa até obter uma massa lisa e acrescente a cebola, salsa, camarões e pimentão coloridos e picados. Tempere e deixe descansar por 30 minutos.
Aqueça o óleo em uma panela de fundo grosso com base em lume médio. Coloque 1 colher de sopa da mistura e achate um pouco e cozinhe por cerca de 2 minutos de cada lado, até dourar. Cozinhe em quantidades de 4. Sirva com fatias de limão e salada. 
COZINHA DOS VURDÓNS

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

RECEITA DE DESCENDENTE - ARMIANCA DE ARROZ NEGRO COM SALMÃO E MANGA

ARMIANCA DE ARROZ NEGRO COM SALMÃO E MANGA

1. Vamos começar por temperar o nosso salmão: peque 200 grs de salmão limpo e tempere com vinho branco, um pouco de azeite, ½ limão (caldo),alecrim, salsinha, cheiro verde e uma pimenta de cheiro picada, coloque um pouco de sal e deixe marinando. Deixe de molho.

2. Coloque 1 ½ de água para ferver com 1 colher café de sal e 1 colher de sopa de azeite. Acrescente 1 xícara de chá (pequena e mal medida) na panela. Tampe e cozinhe por 40’ em fogo baixo. Enquanto isso, coloque o salmão em uma frigideira larga e anti aderente, despeje o molho e acrescente uma colher de sopa de gengibre picado e doure dos dois lados, depois permita que cozinhe com 3 colheres de sopa de água e fogo baixo. Desligue o fogo e separe as lascas do salmão. Reserve.

3. Verifique o arroz e não deixe que ele seque, deve ir colocando água quente, pois esse arroz é antes de tudo uma linda salada quente.

4. lave e pique em cubos o equivalente a 1 xícara de chá de manga e tempere com o salmão, alho seco, um pouquinho de sal e manjericão. Coloque o arroz para escoar e acrescente a mistura. Mexa tudo delicadamente, regue com um fio de azeite e sirva.

  Cozinha dos Vurdóns

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

KIBE DA MADRINHA ZULEIKA - III

KIBE DE LENTILHAS, A MODA ESPANHOLA 
da madrinha Zuleika.


Ponha de molho 4 xícaras de farinha de kibe e vá trocando a água. Aqueça 4 colheres de sopa de azeite, 2 cebolas medias raladas e 7 dentes de alho, acrescente duas pimentas de cheiro. Acrescente ao refogada 2 xícaras de chá de lentilhas partidas e secas, 1 colher de sopa de sal, 1 colher de sopa de curry e salsa. Coloque 4 copos de água e deixe cozinhar.

Enquanto isso, pique 1 xícara de café de azeitona preta e 1 de azeitona verde. Pique umas 300 grs de tomate seco e 300 grs de mussarela de búfala. Reserve.
Espere a lentilha esfriar e junte ao kibe já seco. Misture bem e acrescente azeite para ajudar na liga. Misture os outros ingredientes, verifique o sal e coloque pra assar na grelha.

Abra um papel alumínio e coloque a massa do kibe bem apertadinha, coloque 1 ramo de alecrim em cima. Enrole e feche dos lados. Coloque na grelha quente pra assar e vire depois de 20’, deixando mais 20’.

Pronto, abra, pingue limão enquanto estiver quente e pronto, mais um prato com kibe.

COZINHA DOS VURDÓNS

KIBE DA MADRINHA ZULEIKA - II

BOLO DE KIBE – da madrinha Zuleika

Lave e deixe de molho 4 xícaras de farinha pra kibe e vá trocando a água. Corte e ponha pra cozinhar 1 kg de batatas e quando estiverem cozidas, amasse-as e reserve.

Cozinhe junto em uma panela 1 xícara de vagens picadas, 4 dentes de alho amassados, 1 cebola ralada, 1 pimenta de cheiro, 1 xícara de chá de alho poro fatiado fino, salsa, cebolinha, 7 cardamomos, 1 colher de sopa de gengibre ralado, duas colheres de sopa de azeite e 1 colher de café de sal. Cozinhe e refogue. Acrescente 700grs de lombo moído com pedaços de bacon e continue a refogar até que a carne tome a coloração de cozida.

Numa vasilha, junte o purê de batatas com 2 colheres de sopa de azeite e misture bem, acrescente hortelã picada e 1 colher de café de canela. Acrescente a farinha do kibe já seca e misture bem, quebre de dois a três ovos e continue misturando bem, por último acrescente o refogado de legumes com a carne e torne a misturar. Devagar, ponha suco de limão (2) e 3 colheres de sopa de farinha de trigo.

Coloque me um tabuleiro justo, na altura de 3 dedos e regue com azeite. No forno quente vai demorar uns 25’ a 35’. A superfície deve ficar morena. Coma quente, com molho de pimenta e limão.

 COZINHA DOS VURDÓNS

KIBE DA MADRINHA ZULEIKA - I




ALÉM DAS CALDEIRADAS E DOS COZIDOS [PRATOS QUE OS CIGANOS FAZEM MELHOR QUE TODOS OS OUTROS], EXISTEM AS COMIDINHAS ESPECIAIS, ALGUMAS DAQUI, OUTRAS DALÍ E AS RECEITAS VÃO SE JUNTANDO.
PARA TAL, DEDICO TRÊS RECEITAS A ESSE MARAVILHOSO E TÃO MAL APROVEITADO... O KIBE.




TABULE A MODA ZINGARA – SARMIANCA DA DHY ZULEIKA.

Pela manhã, coloque 2 xícaras de farinha de trigo de molho e vá trocando a água por 4 horas.

Corte uma maça com casca e tudo, em pequenos quadradinhos e coloque de molho em suco de 1 laranja.

Pique tomates (2), ou coloque 14 tomates cerejas partidos ao meio, reserve 1 limão siciliano, rale (1) cebola, 1 pimentão amarelo e 1 vermelho cortados em quadradinhos, 1 endívia pequena e fatiada bem fininha, 1 colher de sopa de alho crocante, 7 folhas de alface americana picada bem fininha, 2 colheres de sopa de alcaparras, 2 colheres de sopa de nozes bem picadas e 1 xícara de chá de queijo branco, picado em quadrados, 1 fatia de melão picado em quadradinhos.

Seque e exprema bem a farinha de kibe, ela deve ficar solta, tempere com um pouco de pimenta moída na hora e 1 colher de sopa de azeite. Vá acrescentando os ingredientes, exceto a maçã e o limão e a cada um deles mexa bem. Coloque a maça e reserve o suco de laranja.

Em um potinho misture 2 colheres de sopa de água, 2 de azeite, o suco da laranja e do limão, e uma colherinha de café de sal mal medida). Misture muito bem e vá colocando na salada, Aos poucos e assim misturando todos os ingredientes. Coloque por último de tudo as folhas frescas da hortelã. Elas perfumam a alma.

Preparar saladas assim é como partir o pão, faça com as mãos, sinta a textura dos ingredientes, das verduras, cheire de perto, agradeça a Sara o alimento, muitos não tem. Vá colocando um pouco dentro das folhas de alface e comendo, devagar. Comer é uma oração de agradecimento. Agradecer as coisas que vem da terra, de presente.

COZINHA DOS VURDÓNS

sábado, 20 de novembro de 2010

GOULASH CIGANO - Székely Gulyás

Coloque em uma panela larga e alta, 1 cebola picada em duas colheres de sopa de azeite ou óleo e refogue até dourar a cebola.

Junte 1 peça média de costelinha de porco picada e limpa e refogue acrescentando: um pouco de pimenta do reino preta (moa na hora), 3 colheres de sopa rasa de páprica doce, ½ colher de chá de sal e refogue até que os temperos estejam todos misturados e integrados.

Vá colocando água aos poucos até que cozinhe e refogue, deve dar mais ou menos 2 copos. Acrescente então 6 folhas de couve fresca e bem picada com 2 dentes de alho amassados e 1 tomate bem picadinho, misture bem e acrescente 1 copo de água e deixe cozinhar até abrir fervura, junte ½ xícara de creme de leite fresco e 1 xícara (café) de manjericão inteiro e fresco. Tampe a panela, reduza o fogo e deixe cozinhar até abrir fervura. Desligue e sirva com salada de folhas verdes, pepinos e tomates.

Cozinha dos Vurdóns

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

SOU CIGANO - Bruno Gonçalves