A BANDEIRA DO DIVINO

A Bandeira segue em frente,
seja  aqui,
seja aí.



Os devotos do Divino
vão abrir sua morada
Pra bandeira do menino
ser bem-vinda,
ser louvada, ai, ai


Deus nos salve esse devoto
pela esmola em vosso nome
Dando água a quem tem sede,
dando pão a quem tem fome, ai, ai


A bandeira acredita
que a semente seja tanta
Que essa mesa seja farta,
que essa casa seja santa, ai, ai


Que o perdão seja sagrado,
que a fé seja infinita
Que o homem seja livre,
que a justiça sobreviva, ai, ai


Assim como os três reis magos
que seguiram a estrela guia
A bandeira segue em frente
atrás de melhores dias
No estandarte vai escrito


que ele voltará de novo
Que o rei será bendito
ele nascerá do povo.



Cozinha dos Vurdóns

Comentários

  1. Gostei do vídeo e o poema é muito bonito!

    Beijinhos para todas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabel, ainda vou postar as procissões que se fazem por aqui, pela Bandeira do Divino. Ocorrem no país todo a muitos séculos. Deu problema na postagem, mas ainda vou fazer.

      Somos devotas da bandeira do divino.

      bj grande

      Excluir
  2. Oi gente

    Que linda devoção!

    Quantas lembranças da minha infância, as rezas, as procissões, as casas de portas abertas. Um tempo bom de inocência e simplicidade rural, e de fé, muita fé.

    Ah! Tenho que agradecê-las muito, pois tiraram-me da condição vexaminosa de mineira que não sabe fazer pão de queijo. A tal da ciência do escalda polvilho é complicada, tem que por isto primeiro, tem que observar o tamanho dos ovos, não pode fazer assim senão não fica bem assado sempre me derrubou, um dia saía solado, noutra receita saia cascudo, outra murchava, um suplício que sempre encaminhou-me para a padaria mais próxima ou para a gôndola dos congelados do supermercado. Problema resolvido!

    Estou pasma, como pode uma receita que vai contra todos os "preceitos" do pão de queijo, não dar errado, o resultado ser tão perfeito? Fiz a receita do pão de queijo da Charito completamente descrente, achando que iria sair algo gostoso já que vocês haviam testado e aprovado, mas longe de sair um pão de queijo de verdade, pois ela vai contra tudo que sempre ouvi falar de receitas de pão de queijo. Hoje é o Top daqui de casa, já desde aquele época que vocês postaram que não mais recorremos ao freezer nem à padaria pra servir um café pra visitas, enquanto a água ferve misturamos os três ingredientes sem preocupação alguma e em poucos minutos tem-se à mesa o melhor pão de queijo que existe. É mais fácil do que fazer bolinhos de chuva! Dá para fazê-lo enquanto se coloca a mesa do café da manhã, uma praticidade absurda!

    Ah gente, muito obrigada por me ensinarem a fazer pão de queijo do jeito mais inusitado!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Van, vc quase me matou de rir, porque é isso mesmo.
      Além de acharem que só porque é mineira, a pamonha e o pão de queijo são de fadas.

      Os meus primeiros se podiam jogar na parede e matar um. Parecia um pau.

      Quanto ao Divino, é isso mesmo, a bandeira do divino é completa:
      caridade, a mesa farta e a justiça que deve ser praticada...pra que mais.

      bjs nossos

      Excluir
    2. hahaha a arrogância da propriedade. É que "Narciso acha feio o que não é espelho". Preciso ensinar o pão de queijo da Charito para os mineiros, vai facilitar muito a vida deles.

      Adorei saber que até os seus já solaram, me senti mais normal kkkkk. Matar um é um perigo, neste caso não se pode fazer pão de queijo nervosa, brigar com o marido enquanto os tira do forno então, é um risco.

      Pra que mais? Fé, caridade e mesa farta!

      Beijão

      Excluir
    3. Beijos e bons lanches com o pão de queijo.

      bjs nossos e muitos mineiros felizes e sem culpa.

      Excluir
    4. Van, eu sou Charito e adorei saber que o pão de queijo que minha amiga Miriam me ensinou (pão de queijo da Charito) hoje é o Hoje é o Top de tua casa, , estou colocando aqui outra receitinha de pão de queijo, que é muito consumido na minha terra (Bolívia), principalmente no Oriente Boliviano e é conhecido pelo nome de Cuñape (cuja pronuncia é Cunhape )que também é muito prático de fazer a diferença principal é que usamos queijo fresco em vez do curado., (pode ser congelado) Esta receitinha de Cuñape e para todas as cozinheiras da cozinha vurdons, para www.amsk.org.br, cozinhadosvurdons.blogspot.com.br, e em especial para voce..

      Cuñapes (pronuncia - Cunhapés)

      1 xícara (chá) de polvilho
      3 xícaras (chá) de queijo fresco
      1 ovo

      MODO DE FAZER

      1) Você pode esmiuçar o queijo (ou amassa-lo com um garfo ou moer ou ralar o queijo)

      2°) SEGREDINHO - Se você utilizar o queijo curado (seco) ou meio curado (semi seco) deixe-o de molho em leite até que tenha uma consistência similar ao fresco.

      3°) Misture o polvilho com o queijo fresco

      4°) Acrescente o ovo batido

      5°) OUTRO SEGREDINHO - A consistência da massa deve ser branda (suave) e pegajosa

      6°) Faça umas bolinhas y ponha em bandejas que possam ir ao forno, separando pelo menos dois dedos um do outro por que crescem bastante.

      7°) Deixe descansar 15 minutos antes de lava-los ao forno para assar

      8) Asse-os por 20 minutos em forno quente (200° C)

      9°) Depois de prontos é só comê-los com um cafezinho bem quentinho

      10) OBSERVAÇÃO - Na minha terra (Bolívia) o cuñape (Cunhape) é servido de tres formas. que são:

      - A) BRANDO (SUAVE) - RECÉM TIRADO DO FORNO

      - B) FRITO

      - C) ABISCOITADO (ENDURECIDO NO FORNO, PARA QUE NÃO SE ESTRAGUE COM A UMIDADE)

      Espero que vocês gostem

      Excluir
  3. Parabéns! Linda postagem que nos remete aos dias da infância e de um tempo guardado preciosamente na memória! Aqui no sul,quiçá em todo o Brasil (salvo,talvez, o norte-nordeste e centro) só nas cidades bem pequenas,do interior,ainda se comemoram estas festividades religiosas tão gratas aos luzitanos e brasileiros...A mistura de cores nas roupas e bandeiras,a branca "develskro chirklo"(pomba ou Divino),as rezas,vozes,cânticos,mesas fartas,aromas de incenso e comidas deliciosas, nos mostra a verdade e a beleza que existem no encontro de gente e tradição,de povos e suas culturas,pedindo justiça,fé e amor fraterno! Muito belo tudo isso! Shukár! But di buteire! Ando Sara! Beijos no ilô!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois pode ficar feliz, pois com o apoio que o Minc tem dado, em muitas cidades se comemora. Cidades grandes como São Paulo, Goiania e afins.

      o braço da tradição que nunca morre está em nós, em cada um de nós.

      bjs muitos.

      Excluir
  4. Que bom saber disso! Fico feliz! Desculpas por ter trocado " do" por "ou":Pomba do Divino, Pássaro de Deus,Delvelskro chirklo! Angali! Devlesa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tínhamos certeza de que ia ficar feliz.

      bjs nossos

      Excluir
  5. Que bom é ver a gente junta debaixo da mesma bandeira! No dia em que nos dispersarem por completo, perderemos toda a força para continuar a lutar por ser felizes.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nessa bandeira a gente tem como descansar, lutar e ganhar.

      bjs nossos

      Excluir

Postar um comentário

Sejam todos bem vindos.

Postagens mais visitadas