RECEITA DE NATAL - CULINÁRIA CIGANA

CIGANOS DA ESPANHA...
                     Há de se respeitar essa gente, lutam como touros pela cultura, pela liberdade e pela vida com direitos e deveres. Andaluzia, terra de gitanos, de cantos e de danças...terra em busca do equilíbrio e da esperança de um futuro melhor.

PERNIL ENCAPADO

Corte uma boa banda de pernil (fuja do osso) de mais ou menos 2 kg e deixe marinando na noite anterior com: 1 copo de vinho branco, 1 de água, 7 dentes de alho amassados, suco de 2 laranjas, 1 colher de mel ou 1 de açucar, 7 ameixas pretas sem caroço, 1 colher de sobremesa de páprica doce, 2 colheres de sal e umas 4 colheres de azeite de oliva. Vá virando e deixe o pernil tomar gosto, com filme plástico para cobrí-lo e geladeira para conservar. 
No dia seguinte, pique 5 cebolas grandes e reserve junte com o marinado, retire o pernil, cubra com papel alumínio e coloque no forno a 220 graus por mais ou menos 20' ou até que esteja cozido - gastei mais 10' pra isso.
Enquanto isso prepare as batatas - 7 batatas grandes, com casca - cozinhe em bastante água, 1 colher de sal, 1 ramo de alecrim e 7 cravos da índia. Reserve e não retire a casca.
Depois de cozido, cubra o permil com bacon e retire o alumínio, volte para assar e aproveite o líquido que se formou para molhar o pernil. Deixe mais 20'.
Numa panela coloque a marinada que ficou de molho no pernil e deixe reduzir até começar a refogar, então vá passando no pernil - dá uma 3 a 4 passadas. Coloque as batatas do lado e volte para o forno. Picamos as ameixas para que elas ficassem bem distribuídas. Vá olhando o ponto e quando estiver com cor de caramelo escuro, está pronto. (esse tempo depende do forno - aqui coloco o meu bem no alto e o penil na trempe de baixo - mais ou menos 30 minutos).
O torresmo é por conta de cada um, mas gente, no Natal pode...é muito bom.

Gitana
Romero de Torres

Cozinha dos Vurdóns

Comentários

  1. Esta é mais do meu agrado, eheheheh.

    Uma luta constante que nos faz acreditar num amanhã melhor.
    5 beijos brilhantes
    Carlota Pires Dacosta

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso!Vou fazer este pernil assado,pois adoro carne de porco! Desta vez ,romis,vcs se superaram!Naís, pela receita e congratulações pelo bom gosto!

    ResponderExcluir
  3. Sem luta por causa do porquinho Carlota, essa receita é maravilhosa. Bom gosto o seu.

    bjs de todas nós

    ResponderExcluir
  4. E vai amar Cezarina, tenho certez, nais tukê pelo carinho.

    5 bjs

    ResponderExcluir
  5. Tudo pelo melhor
    neste inverno prolongado

    e descontente

    ResponderExcluir
  6. É isso mesmo: no Natal não se contam calorias :) Ainda mais com iguarias destas! Por cá, teremos o nosso incontornável bacalhau e o perú assado. E, não sei bem porquê, sempre me sabem melhor nessa noite :))
    Beijos para as 5!

    ResponderExcluir
  7. Mais uma apetecível sugestão a que junto os votos de que se cumpram a busca e os sonhos!

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. Parece apetitoso...
    A pintura é linda.
    5 beijinhos amigos

    ResponderExcluir
  9. E é muito bom sim...a pintura conhecemos a pouco tempo e realmente é linda. bjs grandes

    ResponderExcluir
  10. Sara, por cá o incortornável ganha novos adeptos até que um dia tudo seja diferente. Esse ano ainda não fechamos o nosso cardápio, mas sabemos que a Bertha vai inventar alguma torta nova. Acho que serão kibes de legumes recheados com queijo, alguma salada e só...veremos, o bacalhau e o perú tambem nos soam bem, mas se mudamos com os anos, procuramos mudar um poucos os nossos hábitos também. Qual será a sua receita?

    bjs das 5, com tudo que temos direito...

    ResponderExcluir
  11. Mar arável, que seja o melhor, que nos esquentemos nesse inverno, os pés e a alma e que se cumpra a profecia de Al Mustafá - o tamanho de sua tristeza, será o da sua alegria.

    bjs de todas nós

    ResponderExcluir
  12. hummmm... parece bão!!

    :)

    bjos!
    obrigado pela visita lá no meu blog, volte sempre!!

    ResponderExcluir
  13. O pernil parece em tres dimensoes, apetece mesmo meter-lhe a faca!
    A Andaluzia tem uma arte gitana que "nâo se pode aguentar", e Romero de Torres, autor dessa preciosa mulher, também é andaluz, de Córdoba.
    Na noite da Consoada, acabada de chegar, vou fazer coktail de marisco e pernas de cabrito assadas.
    Por certo, hoje comí uma sopa-puré de abóbora que estava riquíssima, e tinha uma côr linda, lembrei-me de vocês todas.
    7 beijinhos

    ResponderExcluir
  14. E tá mesmo...

    estaremos por lá, bj das cozinheiras

    ResponderExcluir
  15. Maria,

    Que bom saber que estamos na sua memória, e com esses pratos ainda, dão água na boca, até do lado de cá.

    bjs de todas nós

    ResponderExcluir
  16. Estou selecionando algumas receitas para fazer neste natal e ano novo e este pernil está entre uma de minhas preferidas. Obrigada pela receita

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sejam todos bem vindos.

Postagens mais visitadas