"AS ESPECIARIAS DOS VURDÓNS"

VURDÓN - em romanês ou romani, significa "CARROÇÃO" - meio de transporte e a casa de muitos ciganos nomades.
Esse blog é dedicado as inúmeras receitas pesquisadas, algumas guardadas e outras alteradas pelo ir e vir das estradas. A comida servida nos vurdóns é sempre rica, festiva e muito salutar. Feita para alimentar e sobreviver, dar força ao corpo e alegria a alma, os pratos são recheados de receitas simples que ganharam sofisticação ao longo do tempo.
Muitos se lembram das riquezas de campos e países, mais também da escassez do inverno e da guerra. Das caravanas do interior de São Paulo, Minas e Goiás, as estradas e campos da França, Rússia, Polónia, enfim, do mundo.

Estradas percorridas, receitas novas. Nas mãos de senhoras mais velhas e de mulheres mais novas, a tradição se funde aos dias atuais com bom gosto e respeito as tradições.

A COZINHA DOS VURDÓNS  é antes de tudo dedicado a Sara, a Kalí que conheceu a fome, a sede e a privação. A Associação Internacional Maylê Sara Kalí dedica esse blog e esses estudos da cozinha popular mundial a todos os descendentes afastados, retirados dos seus meios e a todo aquele que deseja fazer de uma simples refeição, uma viajem de sonho na magia do paladar. www.amsk.org.br

“AS ESPECIARIAS DOS VURDONS PELO MUNDO”

 
A manjerona, o coentro, o louro, alecrim, tomilho ou as de origem asiática como a cebolinha verde, o alho, estragão, o gengibre, manjericão viajaram oceanos para encantar as mais diferentes culturas. Da manteiga de Karité, feita a base de dendê (culinária africana), o famoso azeite de dendê consumido no Brasil. O urucum, (culinária dos índios tupi-guarani), também é utilizado na gastronomia brasileira e com muito sucesso. Pense nos temperos de um jeito diferente na próxima vez que estiver cozinhando.
Da Índia, o uso do curry. Da cozinha do México suas pimentas ou “Chile”. Muitos desconhecem que o capsicum (nome científico da família das pimentas, condimento característico na culinária tailandesa, vietnamita, chinesa e indiana) pode ter chego à Ásia por meio de exploradores chineses que aportaram na América Central e México antes dos europeus, viagens e temperos, mercadorias com peso de ouro.

Para cada alimento um remédio, alguns ajudam a urinar, outros dão felicidade, outros acalmam, dão força e perseverança, mais isso já sabemos, só nos falta acreditar nisso. Os povos nômades sabiam e sabem disso e se utilizam dessas verdadeiras preciosidades no seu dia a dia.

ALECRIM: Especialmente usado para carnes de porco, carneiro, cabrito e peixes. Usa-se também em carnes brancas, vale à pena apreciar uma carne de porco ou salmão. O alecrim em forma de chá é um ótimo estimulante, combate o cansaço físico e mental, é diurética e ajuda no combate a taquicardia.

ALHO: Para carnes, molhos, recheios, frangos e sopas. “Arroz de alho”, imperdível. A variedade de molhos é incrível. Para a saúde nem se fala, desde combater gripes e resfriados a aumento do sistema imunológico. Hoje podemos encontrá-lo em pastas, granulados e etc...ingrediente importante para ajudar na diminuição de temperos carregados em sódio que produzem inchaço e outros males.

PÁPRICA- Tempero feito com sementes secas e moídas dos pimentões. Dá um gosto muito agradável às carnes, aves, caças, canapés de queijo, ovos e molhos. Cuidado com ela pois deve ser usada com cautela.

CURRY - Na verdade o curry é a combinação de vários temperos e especiarias. Este condimento é feito à base de açafrão-da-índia (cúrcuma), cardamomo, coentro, gengibre, cominho, casca de noz-moscada, cravinho, pimenta e canela moída. Esses são os ingredientes básicos, outros podem ser incluídos, de acordo com as preferências. É muito usado para fazer receitas com frango, o famoso Frango ao curry e é indicado no preparo de ovos, sopas, peixes, carnes, legumes e em molhos.

VINAGRE - Tempero indispensável nas saladas, molhos, picles, etc. Dê preferência ao vinagre de frutas, de maçã, principalmente. Existem hoje vinagres de vinho tinto com especiarias e podem ser usados nas carnes e o também o vinagre de vinho branco, usado em peixes.

CEBOLINHA: De sabor delicado e agradável, com um toque levemente adocicado serve bem para saladas, omeletes, patês, sopas, massas, risotos, carnes, peixes e maioneses. Fica muito bem decorando pratos e polvilhada em cima de arroz ou no Tutu de feijão.

AÇAFRÃO -  Conhecido também como açafrão da terra é um pó amarelo de cor forte extraído da batata de uma planta. Muito usado no frango ensopado, arroz e macarrão, principalmente nas regiões de Minas Gerais e Goiás. É considerado um poderoso antiinflamatório, combate a febre e restabelece a febre.

HORTELÃ OU MENTA: Tradicionalmente usado no preparo do Kibe ou em carne de carneiro, fica ótima em molhos a base de limão. É refrescante como chá gelado. Nos países Árabes é muito utilizada a famosa água de hortelã, que ajuda a refrescar os dias de verão e proporcionam um bem estar ao estômago.

AZEITE - Uma salada sem azeite não é a mesma coisa. Prepare "seu azeite" introduzindo na lata de óleo várias azeitonas, principalmente pretas. Ele ajuda a diminuir o colesterol e simplesmente muda o sabor de qualquer prato. Faz muito bem ao coração e ao intestino.

LOURO - É usado como aromatizante em temperos de carnes, peixe e frango, camarão, lentilhas e feijão e nas sopas de verduras. Também deve ser usado com moderação. O chá de louro normalmente é usado para má digestão. Diminui o odor de carnes fortes como dobradinha, mocotó e rabada.

MANJERICÃO: De sabor suave e levemente picante usa-se para preparar massas, macarronadas, leguminosas, cereais e assados de todas as carnes. Adiciona-se esse tempero quase no final da preparação para que ele não perca o sabor. Nas saladas cruas é muito bom e nos famosos pães grelhados da Itália e da Espanha. O manjericão alegra a alma.

CANELA - É a casca de uma árvore. Muito utilizada nos molhos, arroz doce, creme de milho verde e tantos outros pratos, que são polvilhados apenas com canela em pó. A canela em pau é usada, geralmente, nas caldas, nos doces de frutas, cremes, etc. Também um chazinho de canela em dias frios tem seu valor, além de combater o resfriado. Arroz com carne de porco, legumes e canela é maravilhoso, café julhino e muito mais.

MANJERONA: com sabor requintado, coloca-se no final de cozimentos de carnes, sopas, feijão, lentilha e molhos. Fica ótima em saladas. O chá de manjerona é bom para dores de cabeça e insônia. O molho de tomate camponês leve manjerona.

ORÉGANO: Conhecido como o tempero das pizzas, essa erva é bastante usada tanto pelos brasileiros que aprenderam a usá-las, quanto pelos Italianos, que a tornaram conhecida no mundo todo. Confere sabor especial às omeletes, molhos de tomate, saladas, pães especiais, assados e massas.

SALSA: Do mesmo modo que a usamos em omeletes, legumes, saladas e carnes vermelhas, brancas e peixes, também podemos usá-las em sucos. Melhora a capacidade digestiva e limpa o sangue. Ornamenta pratos e fica ótima em farofas.

SÁLVIA: Usada na forma de erva seca, é muito aromática. De sabor sofisticado, é um ótimo tempero para pães, carnes de carneiro e cabrito. Usa-se em queijos e molhos. Em forma de chá tem propriedades antiinflamatórias, é ótima para pessoas que sofrem de asma, gripes e resfriados, amidalite e faringites. As sopas com sálvia são um capítulo a parte.

TOMILHO: É ótimo em molhos, saladas e sopas além de combinar muito bem com peixes e mariscos.

GENGIBRE: Outro que merece um capítulo especial. O gengibre pode ser usado em peixes, frutos do mar, carne de porco e aves, principalmente frango. Usamos no café, no vinho, no chá. Vai muito bem combinando com molho de soja, sopas e legumes e é muito apreciado em todo continente asiático. Junto com o alho e a cebola, o gengibre é considerado o rei da medicina-culinária. É bom para prisão de ventre, gases, perda de apetite e, anti gripal, estimula a circulação. Uma boa dica é suavizá-lo com açúcar ou mel, cada qual com o devido cuidado é claro na confecção de balas.

A cozinha dos Vurdóns

Comentários

  1. eu conheço e utilizo todas estas especiarias e me atrevi a fazer uma pequena comparação com as comidas típicas e tradicionais de Espanha e descobri que estas comidas tem uma forte influencia das comidas ciganas.

    beijos de sua amiga Chaito Peraza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim, você está certa. A comida Russa e Romena também. No Brasil estamos começando agora esse estudo mais detalhado.

      bj grande

      Excluir
  2. Eu gosto de especiarias indianas, nós estamos aqui especiarias Fornecedores, nós fornecemos especiarias da Índia para o mercado global, nossas especiarias como pimenta, açafrão, sementes de coentro, cominho, sementes de carambola, pimenta preta, especiarias quentes, cardamomo, Chlorophytum borivilianum, Tamarind, somnifera, Sapindus.
    Se você precisar de especiarias em saco do recipiente pela Índia, em seguida,

    CLIQUE AQUI

    ResponderExcluir
  3. Boas atualizações do blog Cozinhar Especiarias para melhor tenst obter
    especiarias indianas Fornecedores

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sejam todos bem vindos.

Postagens mais visitadas